Bem Vindo
Sustentabilidade

Parque Nascente Ribeirão Colônia está promovendo nesta sexta, 29, o Curso de extração da palha de bananeira e seus benefícios

haverá duas oficinas uma das 10h ás 12h e outra das 14h ás 16h

29/11/2019 11h41Atualizado há 2 semanas
Por: Pablo Walisson
1.140

Uma ação conjunta entre o Parque Ribeirão Colônia, SVMA - Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, com apoio da Subprefeitura de Parelheiros para a população e artesões da região, com foco na capacitação e geração de renda local, dentro de uma região rural que faz parte do Polo de Ecoturísmo com duas APA'S 

"O artesanato é de grande importância para região, pois faz parte de um dos pilares para que tenhamos maior êxito no turismo da região, estamos inseridos em um local de grande potencial turístico dentro da capital. O artesanato, gastronomia e hospedagem entre tantas outros frentes que consolida o turismo e aquece a economia local com a comercialização de seus produtos e serviços, e no que depender da Subprefeitura de Parelheiros afirmo que daremos todo apoio possível" Declarou Marco Antonio - SubPrefeito de Parelheiros

Ao longo da história o artesanato foi ganhando espaço em diversas comunidades, por conta da necessidade do uso de utensílios e recipientes nas casas de algumas famílias, configurando-se como uma atividade tradicional. A partir daí foi se transformando em uma oportunidade de geração de renda. Essa prática valoriza a sustentabilidade já que utiliza recursos naturais, como é o caso do artesanato com fibra de bananeira.

A matéria prima utilizada nesse artesanato é dispensada naturalmente pela planta, o que confere a sustentabilidade dos produtos. A palha da bananeira é produzida a partir das bainhas foliares extraídas do pseudocaule da bananeira, que equivale ao seu tronco. O corte faz parte do cultivo da banana, após a colheita dos cachos costuma-se retirar a bananeira mãe para que haja mais espaço para o crescimento das outras.

Do pseudocaule da bananeira é possível extrair vários tipos de palhas, cada uma com uma característica diferente. As palhas mais finas chamadas de filé e contrafilé são utilizadas para dar acabamento, costurar, adornar, já as mais grossas ou a palha inteira são aproveitadas para trabalhos mais rústicos. Das três camadas que é constituída a palha inteira retira-se a palha interna, menos resistente, a redinha que é toda vazada e a palha raspada, extremamente resistente.

O próximo passo na preparação da palha de bananeira é a secagem das fibras. Após serem separadas, as fibras são penduradas ou esticadas ao sol para secar. Para isso são necessários um lugar a céu aberto e outro protegido da umidade, já que elas não podem ter contato com chuva e orvalho.

O artesanato com a palha da bananeira possibilita a confecção de uma grande variedade de produtos tais como cestas, bolsas, sandálias, tapetes, colares, pulseiras, bolsas, cintos, almofadas, jogo americano, porta guardanapo, porta moedas e notas, entre outros. São produtos de qualidade, durabilidade e resistência. As possibilidades são variadas, a fibra é muito resistente e dura por vários anos.

E não para por aí, as palhas podem ser combinadas também com outros materiais como bambus, cipós e sementes que ajudam a construir peças de grande porte como biombos e divisões internas de uma casa. Com isso, além de produzir belas peças de qualidade, o meio ambiente também é preservado uma vez que as fibras não são mais descartadas e acumuladas nos bananais

           

Gestora: Lia Goes - Parque Nascente do Ribeirão Colônia - Estrada da Colônia, 2.500 - Parelheiros - SP

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Parelheiros - SP
São Paulo - SP
Atualizado às 07h55
21°
Nuvens esparsas Máxima: 27° - Mínima: 18°
21°

Sensação

13 km/h

Vento

83%

Umidade

Fonte: Climatempo
Ayumi
Bobs
Editais
Municípios
Expediente
Últimas notícias
Editais
Mais lidas
Expediente
Editais