Bem Vindo
Meio Ambiente

A importância das matas ciliares na preservação das águas dos córregos e ribeirões da Zona Sul

A importância das matas ciliares na preservação das águas dos córregos e ribeirões da Zona Sul

19/02/2019 16h31
Por: Redação
57
Imagem: Banco de dados do Google
Imagem: Banco de dados do Google

Por: Flávio Magalhães, Robson Silva

 
 

Imagem Ilustrativa de desassoreamento por meio de escavadeira.

 

Todos sabemos que o recurso mais importante para o suporte da vida é a ÁGUA. Sem ela, não haveria vida humana, animal ou vegetal. Sua manutenção, entretanto, está intimamente ligada à preservação das MATAS CILIARES, as quais constituem um conjunto de vegetação que se desenvolve nas nascentes e ao longo das margens dos córregos, ribeirões e rios, atuando – tal qual nossos cílios – como filtro e barreira natural. Preservar, proteger e restaurar as matas ciliares e as árvores que a compõem é, portanto, um dever de todo cidadão.  São justamente as árvores plantadas junto aos córregos e ribeirões que impedem o desbarrancamento de suas margens, evitando que terra e lixo sejam levados para dentro do leito causando assim o assoreamento, que é a redução da profundidade. 


É bem verdade que a Prefeitura de São Paulo vem promovendo a limpeza (desassoreamento) por meio de escavadeiras que circulam às margens dos córregos. Estas, no entanto, na maioria das vezes, depositam o material removido na própria margem à medida que seguem o seu trabalho, formando uma enorme barreira. Como consequência, surgem os seguintes problemas: 

 

I - A circulação da escavadeira por si só destrói a mata ciliar, inclusive em locais onde esta vinha sendo restaurada naturalmente ou por meio de reflorestamento. 


II - O material retirado contém grande porcentagem de areia com a adição de lixo, sendo, portanto friável e facilmente carregado de volta pelas chuvas para dentro dos córregos. 


III - A barreira formada ao longo dos córregos dificulta a circulação e retorno das águas precipitadas em suas margens, cortando, assim, o ciclo natural. 


IV - A área adjacente fica encharcada formando bolsões de água parada próprios para a proliferação de insetos e vetores, inclusive daqueles transmissores de graves doenças e epidemias, além de tornar a área imprópria para o cultivo. 


Urge, portanto, uma mudança radical neste procedimento tendo em vista uma preservação ecológica mais abrangente, ou seja: água e mata ciliar. 
Uma alternativa mais adequada seria a execução por meio de bomba draga acoplada a uma mangueira que conduz o material removido a um contêiner no qual a água decantada retorna ao córrego. Este contêiner depois de cheio seria levado a local próprio para aterro, previamente indicado. 
Tais mudanças, obviamente, demandam maior investimento, equipamentos novos, mão-de obra especializada e, sem dúvida, custos mais elevados. Mas, esta é uma questão de “desenvolvimento tecnológico conveniente às necessidades do País e às peculiaridades regionais” (Constituição do Estado de São Paulo: Art. 119 – III). 


Outro importante passo seria a sociedade civil, através de ONGs, associações de bairros, escolas, igrejas etc., organizar excursões para o plantio nas margens dos córregos onde a vegetação esteja carente. Mesmo crianças dos primeiros anos escolar podem participar dessas ações. Vale lembrar a sugestiva frase do jornalista Randolpho Lobato: “Plante árvores e cresça com elas.”. 


Paralelo a isso, a identificação a partir da simples colocação de placas com o nome do córrego, ribeirão ou rio, imediatamente antes do seu cruzamento em toda a malha urbana onde isto ocorre, seria um alerta para motoristas e passageiros da existência dessas águas. Entendemos que essas e outras medidas são vitais para que tenhamos água boa e limpa para a atual e futuras gerações.  

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
São Paulo - SP
Atualizado às 14h13
26°
Nevoa seca Máxima: 25° - Mínima: 18°
27°

Sensação

7 km/h

Vento

65%

Umidade

Fonte: Climatempo
Ayumi
Bobs
Editais
Municípios
Expediente
Últimas notícias
Editais
Mais lidas
Expediente
Editais